segunda-feira, 30 de junho de 2014


   Olá leitores e leitoras, hoje venho com um post de resenha pra vocês.
   Bom a obra é da escritora e jornalista Candace Bushnell, que ficou mundialmente conhecia por escrever ’Sex and the city’. Livro que inspirou a série e se tornou um dos maiores sucessos.
Os Diários de Carrie, conta a história da protagonista de Sex And The City quando estava no terceiro ano do ensino médio. Carrie é uma garota de 17 anos do interior que está passando por problemas típicos da adolescência, namorados , amizades, ensino médio, irmã problemática, faculdade, virgindade, decepções…  Carrie perdeu sua mãe e agora precisa enfrentar o último ano do colégio, o que não vai ser muito fácil . Seu sonho é ser escritora e morar na tão famosa New York.
  Com isso chega um novato gato na cidade e na escola chamado Sebastian Kydd, que por acaso não é tão novato assim para ela. E com isso vem muitas surpresinhas na vida dela e de seus melhores amigos. 
  Amei esta capa dourada o que no filme dá pra entender muito bem o motivo dessa bolsa, acho super a cara da capa toda a história do livro. Muito bom mesmoo.
  Impossível, não se identificar com o livro e às vezes fico me perguntando se não foi escrito baseado em mim kk . Algumas coisas podem ser bem "clichês", mas esse é aquele tipo de livro que você começa e não consegue para. Li o livro em três dias e o motivo foi falta de tempo, porque se não teria lido em apenas um. Me arrependo de ainda não ter comprado a continuação " O verão e a Cidade", mas não vai demorar muito kk.
  Dou 5 estrelinhas para o livro e recomendo bastante. Ah e queria agradecer a minha amiga Bianca, porque foi ela quem me deu de presente de aniversário. *-*
  Espero que vocês tenham gostado. #beijosdataty


sexta-feira, 20 de junho de 2014






Sinto minhas veias tremerem dentro do meu corpo, minha cabeça dói até parece que vai explodir. Sinto aquela mistura de sentimentos dentro do meu coração. Não consigo escrever. O que no caso agora, é a minha única escapatória.
    Ouço meus pais gritarem um com o outro na sala de casa, aquela mesma história que para mim já tem 16 anos. Acho que é por isso que odeio quando as pessoas relembram o passado, claro que só as coisas ruins. As coisas ruins do passado deveriam ser apagadas da nossa memória. Mas se isso acontece à gente nunca aprenderia o que é errado.
      Bom, não entendo como a minha mãe pode conviver todos os dias da vida dela com o meu pai, não tenho dúvidas de que ela o ama de verdade. Meu pai é daquelas pessoas arrogantes, e que sentem prazer em tratar as pessoas com ignorância, principalmente às de casa. Nos agride, não fisicamente, mas verbalmente.  Isso fez com que crescesse uma raiva quase incontrolável dentro de mim.
    Queria ser mais carinhosa, mas nunca vou conseguir, vivendo aqui. Tenho vergonha quando a minha raiva consegue me dominar, queria fugir, mas não onde me acolher então ligo o som e começo a escrever. Na maioria das vezes amasso tudo e jogo no lixo depois.  Sinto raiva de mim mesmo por não conseguir resolver tudo isso, nem mesmo o meu namoro.
  O meu namoro... Será que vai dar certo:.,., tá ai outro ponto que só de pensar falta me deixar louca. Tudo o que pedi a Deus, foi um companheiro que não vivesse do passado assim como meu pai... Mas não foi bem isso o que aconteceu. Só eu sei a dor que sinto que ninguém pode sentir e nem mesmo imaginar, queria fugir um pouco da realidade, ao menos um pouco.
terça-feira, 17 de junho de 2014
   Olá meninas, hoje venho com post de "diário de fotografia", sobre a minha primeira apresentação de dança do ventre. Bom primeiro eu queria contar pra vocês como foi a minha experiência....



   Bom um dia antes da apresentação eu fui comprar a minha saia no centro de Ctba, e ficou muito boa, à não ser pelo fato de ela ter ficado transparente, depois eu deixei pra pegar o sutiã emprestado de uma colega, e na hora que eu fui pegar ela disse que a mãe dela tinha emprestado pra outra pessoa, fiquei puta da vida mas...
   Quase não fui mas acabei indo e graças à Deus deu tudo certo pra eu me apresentar, usei a minha roupa toda improvisada e amei o resultado, me diverti muito e não me arrependo de nada.
   Agora vamos para as fotos. Ah e pra quem se interessa por dança eu vou deixar aqui o nome das duas músicas que eu me apresentei.  Apresentei uma em grupo e outra individual.
    música em grupo- Aicha
    Individual- Shoo.
   Ah eu eu sou a de preto.

                                               Fotos:







  Bom meninas, espero que vocês tenham gostado, porque eu amei. #beijosdataty

quarta-feira, 11 de junho de 2014

                 (foto do google)

Olá leitores e leitores, hoje venho com um post bem legal sobre o tão falado livro o filme da "Culpa é das estrelas". Algumas pessoas já sabem que eu fui assistir filme  na "pós estreia", isso mesmo eu queria ter ido na estreia mas só consegui ir um dia depois, foi uma mega aventura quase não consegui ver o filme, mas acabou que eu consegui.

  Ah e pra quem não sabe, a resenha do livro que eu fiz foi um dos primeiros posts aqui no blog, se você quiser procurar é só ir nos primeiros posts.

                                                (foto do google)

Então, falando sobre o filme, todo mundo que leu o livro obviamente já sabe o filme, e todos nós sabemos que na maioria das vezes o filme não é muito bom comparado ao livro, até porque o filme é bem resumido e só contém as partes mais importantes.
  Não fique com medo, porque o filme é maravilhoso, foi muito bem produzido, e sim, contém as partes mais importantes e claro também é muitoooo emocionante. Tanto que no primeiro "O.K." eu já chorei. Não vim aqui pra fazer uma resenha até porque já fiz à do livro, e a maioria já leu, vim aqui para dizer que vale super a pena você gastar o seu dinheiro e o seu tempo para assistir o filme porque apesar de tudo, você vai se emocionar muito.

Vale lembrar que: foi a sala com mais pessoas chorando que eu já vi, até os homens choravam kk.

  E aqui pra vocês a minha fotinha do lado do Gus meu amor <3


Espero que vocês tenham gostado, porque eu ameiii o filme haha. Valeu megaaaa à pena. 
#beijosdataty



quarta-feira, 4 de junho de 2014
  


Olá meninas, hoje vim com um post bem interessante sobre DANÇA DO VENTRE , isso mesmo, acho que todo mundo aqui sabe que eu faço aula de dança todos os sábados, e sempre fui louca apaixonada pela cantora Shakira, tanto que a criatura aqui ficava imitando ela, em pleno os 7 anos de idade.

"A dança de ventre é uma famosa dança praticada originalmente em diversas regiões do Oriente Médio e da Ásia Meridional. De origem primitiva e nebulosa, datada entre 7000 e 5000 a.C, seus movimentos aliados a música e sinuosidade semelhante a uma serpente foram registrados no Antigo Egito, Babilônia, Mesopotâmia, Índia, Pérsia e Grécia, e tinham como objetivo preparar a mulher através de ritos religiosos dedicados a deusas para se tornarem mães".
      (informações retiradas do Wikipédia).
 Hoje em dia a dança do ventre já  não é mais vista só como uma dança "sexual".



   Essa é a minha foto preferida que eu tirei quando estávamos  ensaiando uma coreografia.




Bom é isso, em breve eu vou gravar um vídeo da coreografia e posto aqui pra vocês. Lembrando que eu sou iniciante ok kkkk

Espero que vocês tenham gostado. #beijosdataty

Quem sou eu

Minha foto

Meu nome é Scárleth Fernandes, 17 anos, sou apaixonada por fotografia, música, livros, escrever, viajar... Sou uma sonhadora de carteirinha e meu objetivo de vida é realizar todos esses sonhos, por mais pequenos que sejam.
Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Fã Page

Instagram

Parcerias

Google+ Badge